Carta ao leitor

Leitor,

A corrupção tem raízes históricas, tem anos e anos de chão. Tempos para cá acompanhamos uma onda de denúncias, porém, esse método para a tentativa de controle de gastos indevidos ainda não está próximo à punição.

A farra das passagens, castelos, nepotismo, homens sem escrúpulos ocupando cadeiras para o governo de um país, nenhuma novidade por dentro, mas um choque por fora. Existe algum meio limpo dentro das organizações de Estado?

No dia primeiro de agosto de 1976, Ricardo Kotscho publicou pelo jornal O Estado de São Paulo uma denúncia: Assim vivem nosso superfuncionários (ver texto na íntegra em A denúncia da mordomia) e revelou um lado sujo e sarcástico daqueles que preservaram e preservam a sujeira por debaixo dos panos.

Em plena ditadura militar e censura por todos os lados, aqueles mesmos que bradavam ordens as rompiam através de sua grande capacidade hipócrita. Carros correndo pelo país aos montes, dinheiro circulando para casquinhas de siri, quilos e quilos de pão para um dia de consumo.

Este site pretende divulgar ainda mais esse tipo de envolvimento por parte de homens de cargo público, através de entrevistas, reportagens e expressões culturais.  O Mordomias é uma solicitação da matéria de Laboratório de  Jornalismo Digital II da Universidade Federal de Santa Maria, coordenado pela professora Luciana Mielniczuk e realizado pelas acadêmicas Bianca Villanova, Caren Rhoden e Janayna Barros.

Anúncios

Responses

  1. Acredito, talvez até com uma certa carga iluminista, que os homens, pela sua capacidade racional, possam rasgar os grilhões do crime e partir para um lado bom da coisa. Talvez eu não saiba o que seja bom. Talvez ninguém saiba. Mas certamente sabemos o que não o é, e vemos isso com muita frequência em vários níveis sociais. Precisamos caricaturar esesses caras, porque o humor, aos exp^-los ao ridículo, nos dá uma arma poderosa e afiada. Como Millor diz: ‘O humor tem de ferir. O ferido que se defenda’… Em alguns casos não há defesa, aconselho, para a classe política, uma boa ginástica, porque eles terão muito o que e do que correr.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s